A Doula

Quem é e o que faz?

A doula presta apoio informativo, emocional e prático a mulheres e a famílias durante o período da gravidez, parto e pós-parto, através de conteúdos baseados em evidências científicas e práticas de apoio efectivas. Compreendendo a fisiologia destes processos e sabendo o impacto que o parto e o nascimento têm nas vidas do bebé, da mãe e de toda a família, a doula respeita as necessidades básicas de cada mulher e casal, apoia as decisões informadas e conscientes tomadas pelos seus clientes. Não efectua qualquer procedimento médico, não substitui nenhum dos profissionais de saúde envolvidos na assistência ao parto. Não substitui o pai nem qualquer outro acompanhante da escolha da mulher. A doula faz o que mais ninguém faz naquele momento. É um elo de ligação que objectivamente está ao lado da mulher em apoio contínuo com o objectivo de facilitar o processo e salvaguardar o ambiente mais propício.

Doula é uma palavra grega que significa “aquela que serve”. Às doulas podemos também chamar Guardiãs – aquelas que guardam o espaço e o momento da mulher, do bebé e da família.

Disponível para acompanhar em toda a área da Grande Lisboa

Na gravidez

A doula presta apoio emocional e informativo à mulher ou ao casal durante a gravidez e encoraja o processo de tomada de decisão consciente. Apoia no planeamento e preparação para o parto e pós-parto. É uma presença que escuta os sonhos e os medos sem julgamentos.

No parto

A doula dá apoio emocional, assegura o conforto físico e, conforme as necessidades, facilita a comunicação com os profissionais de saúde, de forma a garantir que a sua cliente tem a informação necessária para tomar decisões conscientes. Transmite segurança à mãe e ao parceiro, fará sugestões que facilitem o trabalho de parto e ajudará com estratégias de relaxamento e medidas que aumentem o conforto.

Durante o trabalho de parto a doula fará tudo o que estiver ao seu alcance para apoiar e dar segurança à futura mãe procurando manter um ambiente calmo e tranquilo.

No pós-parto

A doula apoia a recuperação da mãe, o processo de amamentação e as dúvidas no cuidado com o bebé. Transmite confiança e dá suporte emocional no processamento da experiência do parto e nas questões que surjam face à maternidade

Evidência Científica

Nos anos 80 foi conduzido um primeiro estudo na Guatemala sobre o apoio contínuo a mulheres durante o parto. Foi o primeiro de vários outros estudos que clarificaram a importância do trabalho das doulas.
Com a presença das doulas no parto, foi verificado uma redução de:

  • 50% da taxa de cesarianas
  • 25% da duração do trabalho de parto
  • 30% de recurso aos fórceps
  • 40% de recurso à oxitocina
  • 60% de utilização de epidural
  • 30% de utilização de analgésicos

Também se observou a redução dos índices de depressão pós-parto e um aumento evidente:

  • Nas taxas de amamentação
  • No índice de satisfação materna
  • Na melhoria da interacção mãe-bebé

A Biblioteca Cochrane de Medicina Baseada em Evidências refere a importância das doulas para a melhoria dos resultados obstétricos, demonstrando que a assistência oferecida pelas doulas é sustentada por evidências claras e inquestionáveis:

“Levando-se em consideração os claros benefícios e a ausência de riscos associados com o apoio durante o parto, todos os esforços devem ser feitos para assegurar que qualquer mulher em trabalho de parto receba suporte contínuo, não apenas daqueles próximos a ela, mas também de profissionais treinados. Esse suporte deve incluir presença contínua, conforto pelo toque e encorajamento”.

Testemunhos

  • Quando conhecemos a Carla soubemos que era a nossa doula, deu-se o clique, natural e subtilmente. Tanto eu como o meu companheiro e o nosso bebé nos sentimos empoderados a seguir o caminho escolhido para nascer, resolvendo o que se apresentou. A Carla não só tem muita experiência e conhecimento para transmitir (qualquer dúvida durante a gravidez e parto, procedimentos, exames, alimentação, suplementos, exercícios de relaxamento, técnicas de gestão da dor durante o parto), trazendo confiança ao casal, como uma enorme sensibilidade e prática na gestão de conflitos. Costumamos dizer que a Carla foi a doula ideal para nós, prática e empática. De tal forma o foi, que decidimos repetir!

    Joana Mar Rodrigues
  • Guardo a Carla no meu coração como doula do meu (re)nascimento. Dizer isto é um cliché, bem sei. Tendo sido doula da gestação do meu filho e do seu parto, isso explicaria logo, num caminho curto, porque assim a guardo no corpo, no coração e na memória. Essa, porém, é apenas a face formal da história, a função em que a investi. O que a marca para sempre na minha vida é o modo como ocupou esse lugar ou, dito de outro modo, o seu jeito de Ser. Quando lembro a Carla, a sua imagem aparece sempre colada a um levantar do véu do dogmatismo. Num mundo tão extremado, que a todo o tempo ignora as tantas gradientes de cinzento de que é feita uma história, foi uma benção encontrar quem não se deixa capturar por nenhum dos senhores nas pontas da recta e, bem ao contrário, a todo o tempo, chama as pontas a dialogar, formando um círculo. O meu corpo logo distende, amorna e abre ao lembrar o oásis que foi ser recebida, a cada encontro, por este colo que me aceitou, acolheu e nutriu a partir do local em que eu estava, das questões que eu trazia, das necessidades e desejos próprios. Com alternativas, sentires e informações, sim. Mas sem cartilhas, receitas, agendas, pró-formas, pretensões ou veleidades. Fosse num sentido ou no outro. Essa presença extremamente empática, subjectiva e pessoal é sempre um bálsamo. Para quem não sabe senão viver em equilíbrio desafiante entre extremos, para quem não conhece outro caminho senão o do meio, essa presença radicalmente empática é um imperativo. E a Carla esteve lá comigo, a recolher os fios daqui e dali e a tecer a trama única daquela gestação e parto, sem enveredar por atalhos ou pretender guiar-me por eles. O renascimento de que falo não é (apenas) o da mulher-mãe em que, a tactear, me tornei na travessia da gestação e do pós-parto. É o da mulher que, quando se vê a ser puxada para as esquinas, para os lugares esconsos, tem em si uma bússola que a orienta a abrir espaço, a reunir e a ouvir a resposta que vem do centro.

    Sofia Alves
  • Working with Carla transformed my birth experience. The pre birth sessions were incredibly useful for both myself and my husband, as we did not really know what to expect. Carla takes time to understand you, and what you want from your birth process, and then helps you to work towards that goal. I felt prepared and ready for anything. During the birth I felt calm and reassured that Carla was there to ‘translate’ between myself and the medical staff - she was an advocate for me and what I wanted/needed. She was also essential in making sure my husband was alright!! When we needed to deviate from the birth plan, Carla talked it through with me and made sure I was informed and happy about various decisions. Once my baby was born, Carla was also essential in helping me to breast feed, bathe the baby, and just generally start transitioning into motherhood.

    Jenny Woodier
  • Conheci a Carla naquele que considero ter sido o momento mais difícil da minha vida e, para sempre, eu sentirei uma profunda gratidão pelo seu acompanhado durante todo aquele período. A luz, a esperança, a confiança e, acima de tudo, o apoio incondicional que a Carla me transmitiu durante os 9 meses de gravidez, foram absolutamente preciosos e insubstituíveis. Graças a ela, e a tudo o que me ensinou, eu fui capaz de passar uma gravidez serena e de parir naturalmente um bebé lindo e saudável. A Carla ajudou-me a desmistificar todos os medos e crenças negativas que existem relativamente à gravidez e ao parto. Esteve sempre disponível para esclarecer as minhas dúvidas, escutar com compaixão todas as minhas aflições, respeitar as minhas escolhas e dar-me todo o conforto de que ia necessitando. Muito francamente, eu não sei o que teria sido de mim sem o acompanhamento da Carla. Uma coisa eu sei: escolher a Carla para ser a minha doula foi uma das melhores decisões que alguma vez tomei.

    Francisca Guimarães
  • É imensa a gratidão que sinto por teres sido a minha doula Carla Silveira. Sinto-me uma privilegiada por ter tido o teu apoio e sustentação nesta viagem da maternidade. Com a tua sensibilidade e capacidade de escutar criaste um espaço seguro e empoderado que me permitiu afirmar-me como mulher que sabe parir. Obrigada por teres sido pilar onde pude descansar e força que pude recorrer. Tão feliz à vida por este encontro.

    Rebeca Bandeira
adminA Doula